FRIEDRICH HÖLDERLIN
Cinco poemas de Friedrich Hölderlin

Origem: " Friedrich Hölderlin”, Gedichte”, Reihe Reclam, Phillipp Reclam 2000. Tradução de Luís Costa, Züschen MMVII
(Edição Bilingue)

INDEX

A canção de Hyperion - Hyperions Schicksalslied

Empédocles - Empedokles

Meio da vida - Hälfte des Lebens

Natureza e Arte ou Saturno e Júpiter - Natur und Kunst oder Saturn und Jupiter

O poema conciso - Die Kürze

 
 

Friedrich Hölderlin

Nasce a 20 de Março de 1770 em Lauffen, junto ao rio Neckar e falece a 7 de Junho de 1843 em Tübingen. Durante todo o século XIX ficou praticamente esquecido. Friedrich Nietzsche, porém, tem por ele uma grande admiração . Chama-o o seu “ liebling Dichter.” É já em pleno século XX que a sua poesia é redescoberta e valorizada. Hoje, Hölderlin é considerado um dos maiores poetas líricos da poesia alemã e universal. A sua obra tem na literatura alemã do fim do século XVIII princípios do XIX uma posição autónoma ao lado do Romantismo e do Classicismo de Weimar ( Goethe, Schiller ), então em voga.

Em 1807, Hölderlin enlouquece para sempre. Nos próximos 36 anos, até à data da sua morte, a 7 de Junho de 1843 , Hölderlin vai ficar entregue aos cuidados de um dos seus grandes admiradores (e sua esposa), o carpinteiro Ernst Zimmers.

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano