powered by FreeFind







::::::::::::::::::::Pedro Proença::::
NAUGHTY-NOT-ME
INDEX
Versículos 71-80
Versículos 81-90
Versículos 91-100
Versículos 101-120
Versículos 121-130
Versículos 131-140
Versículos 141-145
Versículos 121-130
121

A vida acaba por apagar toda a vontade de coerência demasiado rigída. Queremos ver-nos livres das proposições que nos obrigam à fidelidade absoluta.

122

Devemos desconfiar das nossas desconfianças. A confiança engendra alegria. É certo que a desconfiança afina a percepção das coisas, mas só penetramos no seu âmago, ou nos deixamos penetrar, através da confiança.

123

Toda a informação que antecede cada momento é falsa, porque só a informação tal como é sentida no momento é verdadeira. O trabalho da memória não é o de lapidar para tornar o que já foi experimentado luminoso. A memória usa o passado apenas para que este seja útil.

124

Não podemos começar nada de novo. Não é possível nenhuma radicalidade. O que precede cada instante não cessa. O poder do passado é imenso. Não há nada que cesse.

125

Mundo indisponível. O mundo esconde demasiado bem o seu sistema. Provávelmente o sistema do mundo não existe senão como brincadeira. O mundo joga às escondidas connosco. A indisponibilidade do mundo faz com que tenhamos ainda mais vontade de lhe arrancar a disponibilidade à força.

126

As palavras não são coisas mas exercem alguma eficácia nas nossas relações com as coisas. Daí que pareçam mágicas.

127

O mundo obriga-nos a rejeitar a sua rejeição.

128

Não podemos deixar de aceitar o que se apresenta como mais ilusório, mais quebradiço, mais falível. Rejeitamos a rejeição do mundo através de uma amizade cega. Sabemos que o desencatamento é a norma e que o encantamente é um dom capaz de enganar as forças do desencantamento.

129

O mundo é algo que se vai fazendo por desfazamentos. É isso que nos provoca uma certa afazia.

130

A personalidade é a possibilidade de o mundo se mascarar e se enunciar numa pele. A personalidade é o encantamento da descida à carne que pensa que por acaso existe.

 
 
 

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano