Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 

 


 

 

JOÃO RASTEIRO

CORSINO FORTES e JOÃO CABRAL de MELO NETO
ou OS ARTÍFICES da PALAVRA

“A poesia não é nenhum instrumento, nenhuma
propaganda. A poesia nada resolve. A poesia não
é uma coisa útil. A poesia é um mistério amável”.
João Cabral de Melo Neto

INDEX

Introdução
Corsino Fortes: poesia da identidade
A ilha: recriação de Cabo Verde na recriação da palavra
O “Pedreiro da palavra”
João Cabral: poesia da busca
O Sertão: poesia escrita na pedra
O “O engenheiro da palavra”
Semelhanças e diferenças no fazer poético
Conclusão
Notas
Bibliografia

ANTOLOGIA “OS ARTÍFICES DA PALAVRA”
Corsino Fortes
João Cabral de Melo Neto

 
Corsino Fortes .............J.C. de Melo Neto....

 


 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano