GABRIELA ROCHA MARTINS
 
ressaca poética
Tempo de pedra
Poemas de junho
Poemas de maio
EN TARDE SER
DESACATOS
Poemas gorjeiam
Sinto as tuas mãos nos meus cabelos
Vem, meu amor
Reencosto-me no teu peito
Teclo um corpo
Explorei em linha recta
É bom
Escrevi
Silêncio de vertigem
Quando o vazio chegar
In memoriam
Quinta Sinfonia de Beethoven
Na fímbria dos poemas
Relatório apócrifo da II Bienal de Poesia de Silves

Gabriela Rocha Martins ,com formação na área de Direito ( Universidade Clássica de Lisboa ) e em Técnicas Documentais ( área de Bibliotecas e Centros de Documentação ) nasceu em Faro ,tem quatro livros editados ,e ,encontra-se representada em várias Antologias e Revistas ,em Portugal e no estrangeiro .Participou em 5 projectos poéticos ibéricos ,faz parte dos Poetas del Mundo, encontra-se representada em Projecto Vercial, na Wikipédia ,tem colaboração nas revistas virtuais Triplov e InComunidades e a sua poesia e prosa poética podem ser seguidas nos seus blogues ,por exemplo ,“.cante-chão. (contra.ditos e escritos)” (http://cantechao3.blogspot.pt/) e “a in.sanidade dos deuses e dos demónios” (http://ainsanidadedosdeusesedosdemonios.blogspot.pt/)

 

 

   
   



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano