Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 


 

 

GABRIELA ROCHA MARTINS

ressaca poética ...... ( parafraseando Fernando Esteves Pinto ) ...... rescaldo de um Poema Plural//IV Bienal de Poesia de Silves

Arte in Vitro

 

                 I

toccata a quatro mãos...

...em fuga 

 

existe o sol e o luar

a sombra dos poetas e os seus reflexos, nos sonhos?

fora, os riscos da rotina .de viver

é necessário acordar .levantar e começar um novo dia

bocejo

9h00

- come o nosso poema ,mas lava os dentes .como medida de precaução – dizes-me, à laia de despedida

atiro um beijo, agarro o casaco, pego nas chaves do carro e desço as escadas a correr .faz frio .o carro não pega

vou a pé, tropeçando em coisas e pessoas feias

10h00

subo as escadas devagar .bom dia .sento-me à secretária . ligo o computador

sou um autómato .sou um robot .enter!

devoro palavras e risos durante o dia

18h30

saio

lembro-me que não trouxe o carro e amaldiçoo as coisas e as pessoas feias

sou um autómato .sou um robot .enter!

quem distingue de mim o outro lado de mim?

2h01

em cima da cama o livro dos nossos poemas .os de hoje e os do futuro

adormeço .onde se projectam as sombras?

 

sonho a preto e branco

sem legendas 

             II

thriller em mãos...

 ...dúplices 

 

sem legendas

recomeço o thriller que o cineasta deixou esquecido no canto esquerdo de um qualquer quarto

tinha de ser aquele quarto .aquele canto

era Primavera .foi Inverno

não sei filmar – reflicto – certa de que

os robots ,mimeticamente ,reproduzem os gestos para que são programados...

... e o meu servidor insiste no mesmo relatório de erros

o conflito entre o tudo e o nada

o nada de me saber aquém dos limites

o tudo de querer para além do muito

 

temporária confusão

 

inserida no livro de poemas plurais escrito

no meu presente                     no teu futuro

no thriller lê-se a palavra FIM

 

( subsiste, obsessivamente,

a dúvida )

 

o nada e o tudo

 

acordo

 

agarro as chaves do carro

desço as escadas  a correr e

atiro com a porta                         Ao sair

 

vivo a vida

e sorrio

ao

sol

meu

astro

maior

- gabriela rocha martins , in Litterarius, 2007.

gabriela rocha martins (Maria Gabriela Rocha de Gouveia Martins) . Nasceu em Faro, no Inverno de 1948.
Habilitações Académicas – formação na área do  Direito ( Universidade Clássica de Lisboa ) e em Ciências da Documentação, nas áreas de Bibliotecas e Centros de Documentação.
Instituições Culturais/Científicas a que pertence

- Membro da Sociedade de Língua Portuguesa;

- Sócia da Associação de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas;

- Sócia fundadora ( como Escritora ) da Associação de Jornalistas e Escritores do Algarve ( AJEA );

- Representante no Algarve da Fundação Natália Correia;

- Correspondente redactorial do Jornal “Letras e Letras”;

- Colaboradora do jornal “Terra Ruiva”;

- Presidente da direcção do Prémio Litterarius, Racal Clube. 

Publicações

Ensaio –  obra vária;

Comunicações em Congressos, Conferências e Encontros, nacionais e internacionais;

Artigos em Revistas;

Crónicas em Jornais;

Poesia – premiada em vários concursos nacionais; 

Obra Editada:

“Inquietação” – poesia e conto. Editorial Minerva, 2006;

“Poiesis” ,  Vol. XIV – poesia.  Editorial Minerva, 2006;

“Poiesis” – Vol. XV – poesia . Editorial Minerva, 2007;

.delete.me. – poesia, ed. Folheto, Edições & Design, 2008;

I Antologia dos Poetas Lusófonos - poesia, Ed. Folheto, edições & Design, 2008;

Os dias do Amor. Um poema para cada dia do ano ,Ministério dos Livros, 2009;

Entre o Sono e o Sonho , Vol. II, Chiado Editores, 2009;

Representada nas Antologias “A Poesia serve-se fria!” ,“Nas Margens da Poesia”  e “Poema  Plural”( no prelo ) ,no âmbito das II, III e IV Bienais de Poesia de Silves, 2005 ,2008 e 2010;
Representada no poema “O Estado do Mundo”, criado no ciberespaço.

Revista Litterarius, Racal Clube, 2007;

Revista Oficina da Escrita, nº 12, 2009.

Revista Sulscrito, nº 3, 2010 ( no prelo ) 

Trabalhos Seus Citados em Obras de outros Autores

- O Pelourinho de Silves, sua classificação e possível datação, in "Levantamento    Arqueológico-Bibliográfico do Algarve", de Mário e Rosa Varela Gomes, Ed. Secretaria de Estado da Cultura, Faro, 1988.

-   Levantamento dos Usos e Costumes de Silves. Suas Tradições. ( in Quiosques Multimédia. Concepção e Textos de Manuel Ramos e António Baeta de Oliveira )

-   Levantamento dos Usos e Costumes de Silves. Suas Tradições, in "Guia da Cidade de Silves", de Manuel Castelo Ramos e António Baeta de Oliveira, 1997

-   Algarviana, in "O ALGARVE. Da Antiguidade aos nossos dias: elementos para a sua história", coordenação de Maria da Graça Maia Marques, Ed. Colibri, Lisboa, Abril de 1999.

-   Notícia Histórico-Informativa sobre a Cidade de Silves, in "Museu da Cortiça da Fábrica do Inglês. Exposição Permanente. Estudos. Catálogo", coordenação de Jorge Custódio e Manuel Ramos, Ed. Fábrica do Inglês, S.A.., Silves, 1999

-         Levantamento dos Usos e Costumes de Silves. Suas Tradições, in "Museu da Cortiça da Fábrica do Inglês. Exposição Permanente. Estudos. Catálogo", coordenação de Jorge Custódio e Manuel Castelo Ramos, Ed. Fábrica do Inglês, S.A.., Silves, 1999. 

Colaborações

- Diálogos Com a Ciência – Reitoria da Universidade do Porto ,no âmbito do Ciclo de Conferências  - Poesia e Ciência, 2009 e 2010. 

Páginas Web

http://cantochao.blogspot.com – .cante.chão.

http://sites.google.com/site/vozsul/ - ao sul | gabriela rocha martins

http://sites.google.com/site/ahnametra/ - Novas Ítacas 

 

 




hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano