O JARDIM NOS MITOS DA CRIAÇÃO DO MUNDO
Alexandra Soveral Dias e Ana Luísa Janeira

INDEX

Sumário
PARTE I
O JARDIM NOS MITOS DA CRIAÇÃO DO MUNDO
A questão das Origens ou quem somos de onde vimos, para onde vamos?
O jardim original
Outros jardins mitológicos
Árvores mitológicas
Conjecturas sobre a origem do Jardim do Éden

PARTE II
EXPLICAÇÃO, COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO NOS MITOS DE CRIAÇÃO:
A recriação do mito fundador do Éden por terras brasílicas
Explicação, compreensão e interpretação nos mitos de criação
A recriação do mito fundador do Éden por terras brasílicas

NOTAS E REFERÊNCIAS

PARTE I - O JARDIM NOS MITOS DA CRIAÇÃO DO MUNDO
A questão das Origens ou quem somos de onde vimos, para onde vamos?

Quem somos, de onde vimos, para onde vamos? – É uma interrogação sequencial que se popularizou possivelmente por sintetizar de uma forma elegante as inquietações existenciais fundamentais do ser humano.

Estas perguntas acutilantes têm percorrido o tempo e o espaço acompanhando ou perseguindo as sociedades humanas que foram tentando dar-lhes resposta. Independentemente dos papéis e funções que as mitologias possam assumi nas sociedades que as desenvolvem, é certamente a procura de uma explicação para estas três simples mas difíceis questões, em particular para as duas primeiras – quem somos, de onde vimos? – que constitui o âmago e a razão de ser daquilo que designamos como mitos da Criação do Mundo, narrativas que descrevem a cosmogénese e a antropogénese tentando explicar o Mundo e o Homem no Mundo.

Muitas delas, são narrativas que foram assumidas no seu tempo e no seu espaço como revelações divinas ou sobrenaturais adquirindo um carácter dogmático e indiscutível mas nenhuma delas foi, até hoje, suficientemente convincente para obter uma aceitação universal.

A ciência moderna também se debruça sobre estas questões e procura respostas para a origem do Universo, da vida e do Homem mas, de facto, o véu do mistério não se levanta facilmente e estas questões não se encontram ainda cabalmente resolvidas.

Sabemos, é certo, que o big-bang gerador do Universo que habitamos e de que o sistema solar constituiu uma ínfima parte, ocorreu há 11 biliões de anos. Mas a confirmação da existência de uma origem pouco acrescenta ao conhecimento de que o Universo existe e a física moderna não desmente na realidade os relatos míticos que descrevem de uma forma simbólica a génese do Cosmos a partir de um Caos ou de outra situação primordial no princípio do tempo.

Apenas

"Naturarte" e "Lápis de Carvão"
Comunicações aos colóquios em livros de cordel, publicados pela
Apenas Livros Lda.

Outros espaços da ciência no sítio:

Jardins

Naturalismo

Naturarte

Outros espaços da espiritualidade no sítio:

ISTA - site do Instituto S. Tomás de Aquino

Espirituais

Alquimia em Portugal - António Amorim da Costa

La Langue des Oiseaux - Richard Khaitzine

Associação de Socorros Mútuos Artística Vimaranense (ASMAV) - Guimarães
TriploV - Mapa - Cibercultura - Teatro - Zoo - Poesia - Letras - Surrealismo - CICTSUL

DIREITOS RESERVADOS
Sendo o TriploV uma publicação com fins exclusivamente culturais, cremos não usar indevidamente textos e imagens. Mas se tal acontecer, pedimos que o facto nos seja comunicado, para os retirarmos.

triplov@triplov.com
PORTUGAL

 
 
   

Última Actualização:
29-Jun-2006


hospedagem
Cyberdesigner:
M a g n o U r b a n o

 

.