Armando Nascimento Rosa
NÓRIA E PROMETEU - PALAVRAS DO FOGO

(Mitodrama paródico em sete cenas)

INDEX

NOTA PREAMBULAR

PERSONAGENS E INTÉRPRETES

MÁSCARAS DE CENA

CENA I

CENA II

CENA III

CENA IV

CENA V

CENA VI

CENA VII

personagens e intérpretes

Nória e Prometeu - Palavras do Fogo conheceu a sua primeira divulgação pública sob a forma de uma leitura dramatizada em sessão única de 20 de Junho de 2003, na Livraria Eterno Retorno, em Lisboa, integrada no Ciclo Autores Dramáticos no Bairro Alto, com o seguinte elenco:

Coordenação da leitura: Élvio Camacho

NÓRIA: Catarina Matos

RAPSODO 1: Maria João Machado

HERACLITO: Tiago Barbosa

ÁGUIA: Manuela Pedroso

ZEUS: Bruno Bravo

PROMETEU: Élvio Camacho

GUARDA: Tiago Barbosa

CASSANDRA: Maria João Machado

RAPSODO 2: Manuela Pedroso

DIONISO: Bruno Bravo

CORO DOS DEUSES ASTRONAUTAS: Catarina Matos, Tiago Barbosa, Maria João Machado, Bruno Bravo, Manuela Pedroso, e Armando Nascimento Rosa

«OCEANO - Desconheces, Prometeu, que as palavras são o remédio para um espírito enfermo?»

ÉSQUILO, Prometeu Agrilhoado

 

«Agora que tu te ocupas do dilúvio na Terra,

Com prazer eu irei torpedear a Arca»

HENRIK IBSEN, Ao meu amigo, o Orador Revolucionário

 

«EVA: (...) Alguns dos meus filhos não terão de lavrar nem de lutar: eles são débeis e cobardes: são vaidosos; pedem emprestado e nunca pagam; mas qualquer um lhes dá o que querem, porque eles contam mentiras belas em palavras belas. Eles podem sonhar sem estar dormindo. A serpente disse que todo o sonho pode ser chamado à criação por aqueles que são suficientemente fortes para acreditar nele.»

GEORGE BERNARD SHAW, Regresso a Matusalém

 

«PROMETEU - A vida como a antiga Tebas, tem cem portas. Fechas uma, outras se abrirão. És o último da tua espécie? Virá outra espécie melhor, não feita do mesmo barro, mas da mesma luz.

MACHADO DE ASSIS, Viver!

 
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano