Procurar textos
 
 

 

 

 

 






:::::::::::::::::Valéria Andrade:::
TEATRO E MILITÂNCIA SUFRAGISTA
NO BRASIL DO SÉCULO XIX
1. O PAPEL DE JOSEFINA ÁLVARES DE AZEVEDO
 

Valéria Andrade . Valéria Andrade. Doutora em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (2001) e Mestre pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995). Autora dos livros Índice de dramaturgas brasileiras do século XIX (1996) e O florete e a máscara: Josefina Álvares de Azevedo, dramaturga do século XIX (2001), ambos publicados pela Editora Mulheres, e de artigos publicados em obras colectivas e revistas especializadas. Co-organizadora, com Diógenes Maciel, dos volumes Por uma militância teatral: estudos de dramaturgia brasileira do século XX, Teatro de Lourdes Ramalho: 2 textos para ler e/ou montar (ambos em co-edição das Editoras Bagagem e Idéia), Dramaturgia fora da estante (Editora Idéia) e do projecto editorial da colecção Teatro de Lourdes Ramalho (em 6 volumes). Reside actualmente em Portugal, onde desenvolve o projecto de pesquisa Inês é viva: a paixão amorosa na dramaturgia portuguesa contemporânea de autoria feminina junto à Universidade do Algarve, com bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian. O corpus da investigação contempla a produção de Maria Estela Guedes (A Boba), Fiama Hasse Pais Brandão (Noites de Inês-Constança) e Eduarda Dionísio (Antes que a noite venha).

Site de Lourdes Ramalho: www.lourdesramalho.com.br  
   

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano