CASTRO GUEDES, encenador
Uma reflexão pascal nos idos de Natal

Judas, balançando no ramo da figueira, deixava escorregar os trinta dinheiros pelos bolsos. Do mesmíssimo modo que se diz que onde cai o esperma de um enforcado – todo o enforcamento masculino provoca um orgasmo, é sabido – nasce uma mandrágora, a partir dali, também cada um dos trinta dinheiros floresceu em cactos do sistema financeiro, plantas carnívoras que hoje nos devoram corpo e alma. Aliás começaram pela alma, tentando-a com as promessas de um consumo fácil e infindável e hoje já lhe rilham os ossos da carne como castigo pela sua ingenuidade: tal qual como se um assassino atirasse o homiciado aos abutres como castigo por ter acreditado que o revólver não tinha balas, como ele lhe jurara não ter, mas sim créditos para um Paraíso terrestre. Foi o beijo de Judas em Getsemani.

Diz-se, porém, que Judas se matou no remorso e consciência do seu acto. Mas não consta que algum dos grandes senhores dos mercados financeiros mundiais se sinta sequer apiedado de cada criança que morre à fome para que o dinheiro herdado de tal chão maldito se multiplique até à impossibilidade de sequer gastar os juros até à trigésima geração. E estes, Pai Celeste, estes sabem o que fazem!

 

Castro Guedes

castroguedes9@gmail.com

 
 
 
 
 
(jorge) castro guedes
encenador, natural do porto, nascido em 1954.
fundador e director artístico do tear (1977/1989), estagiou com jorge lavelli no théâtre national de la coline (paris) na temporada 88/89, autor e apresentador do magazine teatral "dramazine" na rtp2, onde foi consultor de teatro (90/93).
encenador convidado no teatro nacional dona maria II, serviço acart/gulbenkian, casa da comédia, teatro aberto/novo grupo, teatro villaret/morais e castro, teatro villaret/raul solnado, cendrev, filandorra, teatro universitário do porto, cenateca, plebeus avintenses.
director artístico do cdv - centro dramático de viana, companhia profissional residente no teatro municipal sá de miranda (viana do castelo).
professor convidado da escola superior de teatro e cinema (lisboa), escola superior de música e artes do espectáculo (porto), escola superior artística do porto, academia contemporânea do espectáculo (porto), convenção teatral europeia (lisboa), escola superior de hotelaria e turismo do estoril.
autor de "à esquerda do teu sorriso", peça em um acto, editora campo das letras; e de outras à espera de publicação.
acidentalmente copywritter na mccann/erikcson (90/92).
 
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano