WALT WHITMAN (1819-1892)

De "CANTO A MIM MESMO"
Tradução de Eduardo Francisco Alves Geir Campos

1 - Com música forte eu venho

2 - Quem é que vai por aí

3 - Eu sou o poeta do corpo

O próprio ser eu canto

Não me fechem as portas

Poetas de amanhã

Às vezes com a pessoa a quem amo

Neste momento terno e pensativo

Máquina alguma de poupar trabalho

A base de toda metafísica

Canto 34

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano