ROSANE FREIRE...
O VÔO solitário

.....  assim, repetição!

O vazio é combatente forte

Uma coisa parada

Como o tempo seco

Não assopra 

Não pisca

Inerte

Grito de silêncio na

Boca muda

Final de um eco

Olhos pensantes

Fixos na estrada

Amanhã é ano nOVO

Hoje é ano nOVO

Dentro de mim o nOVO ainda dorme

Um ovo debaixo das penas

Das duras penas

De nOVO um ano nOVO

De nOVO, meta!

De nOVO, ave!

De nOVO vôos!

O desconhecido.

Agora é ano nOVO... Daqui a pouco...

Tudo será velho! Tudo nOVO!

Rosane de Moura Freire, 1959, Belo horizonte/MG, poeta, performer, graduada em letras pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH). Tem poemas publicados na Antologia de Ouro museu Nacional da Poesia (MUNAP), no Jornal do Diretório Central dos Estudantes do UNI-BH e no jornal da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (FHEMIG). E-mail: rosanemoura11@yahoo.com.br. Facebook: Rosane Freire

 

 
 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano