Pedro Nobre
Reflexos

TROVADOR

Percorri cada rua e ruela

À procura do meu amor

Parei à tua janela

A cantar como um trovador

 

A voz solta a cantar

Na noite escura e fria

Uma bela canção a dedicar

Até ao nascer do dia

 

O adormecer da lua

O acordar do sol

Aqui no meio da rua

Lança-me o lençol

 

O teu coração quero possuir

E nos teus braços perder

E o clímax atingir

E por fim adormecer.

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano