Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 

 

 

 


 

 

MARIA GOMES..
e a expressão

onde a rosa? onde o cravo? e a expressão
apensa de um jardim?
oiço um rumor a água tensa
de um trago de amor animal e delicado
oiço um recado
sereníssima
vou buscar a noite e tranco-a dentro de mim.

com sílabas de silêncio
poderia dizer um poema todos os dias
ou dizer o dia todo num poema mas estou ocupada
estou ocupada com sílabas de silêncio
com um céu claro sem rimas
há em mim um mito maior que ruínas
o teu coração a face da tua mão ocupam-me
a palavra inteira que vê e viaja ocupa-me
é um privilégio voltar a este lugar
ao cheiro dos marinheiros ao branco
ao tanto sol ao ar dos baloiços
estou ocupada tenho a memória na pele bem funda
o sal a escaldar na noite numa irmandade fecunda.

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano