Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 

 


 

 

LUÍS SERRANO
As casas morrem

As casas morrem
lentamente
sobre a água

ou escondem-se
sob a luz mítica
da madrugada

vejo-as desaparecer
transformarem-se
na sua memória

serem a dor adormecida
de outras casas

de outras águas

 
in As Casas Pressentidas, 1999
 

 




 

 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano