Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 

 


 

 

JOSÉ RÉGIO........

POEMAS

Domingo no Alentejo(áudio)
Cântico negro
Quando eu nasci
Soneto de amor

Poema do silêncio

Fado português
O amor e a morte
Toada de Portalegre
Ícaro
Ignoto Deo
 
TEATRO
Três máscaras
SÔNIA VAN DIJCK:
DUALIDADE, CONFLITO EM "CÂNTICO NEGRO"
 
José Régio, pseudónimo de José Maria dos Reis Pereira, nasceu em Vila do Conde, em 1901. Licenciado em Letras em Coimbra, ensinou durante mais de 30 anos no Liceu de Portalegre. Foi um dos fundadores da revista "Presença", e o seu principal animador. Romancista, dramaturgo, ensaísta e crítico, foi, no entanto, como poeta, que se impôs. Com o livro de estreia "Poemas de Deus e do Diabo" (1925), apresentou quase todos os temas que viria a desenvolver nas obras posteriores: os conflitos entre Deus e o Homem, o espírito e a carne, o indivíduo e a sociedade, a consciência da frustração de todo o amor humano, o orgulhoso recurso à solidão, a problemática da sinceridade e do logro perante os outros e perante a si mesmos.

 



 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano