JORGE CASTRO
Neste natal...

neste Natal

que ressalta

no sobressalto em que passo?

 

não me dês as boas-festas

que talvez te façam falta…

empresta-me o teu abraço

e relembremos as gestas

onde em nós luzia apenas

alguma estrela no olhar

onde eram tão pequenas

as prendas feitas de afectos

entre os avós pais e netos

mas tão grandes no cuidar

prendas tão mais solidárias

conjugando a vozes várias

as formas do verbo amar

 

neste Natal sem poesia

dá de ti tão simplesmente

o que de bom tens p’ra dar

esse abraço

a companhia

e muito principalmente

a alegria sempre urgente

que tu possas partilhar…   
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano