ANTÓNIO CARDOSO PINTO
Cores
Negro frio
tudo antes do princípio
da criação
da luz que ditou a arquitectura
a construção
a separação das águas

negro frio
abismo pesadelo arrepio mistério

silêncio que antecede o sopro
o som
 
Vermelhas eram as chamas
eis o sangue
a palpitação
a vida

o vinho o desejo a carne
o arrojo a aventura o canto

de vermelho se vestem os grandes poentes
e são a rosa e os lábios
o fogo vivo a paixão ardente

o lenço que se agita e a ofegante respiração
a faca que morde o punho que se abate
a lágrima que cai

"eu sou o fogo - disse ele - e amo a tua solidão
e o teu orgulho"

vermelhas eram as chamas
que abraçaram Joana
 
Folha que cai
pálido
lógico
tecnológico

falso sorriso
folha que cai
eléctrico que passa
indolentemente
cor de semáforo
intermitente


ouro
estrela longínqua

kalahari
sahara
esfinge

trompete
 
   
   

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano