Paulo Brito e Abreu.........
Homenagem à mulher

à Maria da Conceição Azenha
à Maria João Amaro

Gosto de ver estas mulheres

que se entretêm com as plantas e a cidra

Mulheres terrosas cor de musgo

pelo líquido das conchas

Mulheres que passam já por mim

assobiando os seus cabelos

pelas nuvens do Sol-pôr

Mulheres de fitas no cabelo e de cabelos naturais

como o trigo azul-beijado

como o trigo a ser beijado pelas mãos dum cavador

como o trigo a ser beijado pelas rocas da vagina

ou quatro pernas liquefeitas

pelo sémen da floresta

Meu Deus são estas mulheres são estas

mulheres são estas mulheres

São estas mulheres que me dão alento

quando eu levo a vida simples

pela forma secular de mais um fruto nutritivo

pelo líquido a escorrer

nos meus cabelos liquefeitos

pelo sémen pela vida ou pela planta nutritiva

pela planta nutritiva

ovário denso azul-marinho

pela seiva da mulher que corre

azul nas minhas veias

cor-de-rosa nas artistas

nas rosetas das crianças



SICUT ERAT IN PRINCIPIO



PAULO JORGE BRITO E ABREU
 
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano