Tomas Tranströmer
O grande mistério
(Selecção e tradução de Luís Costa)

O grande mistério...
O penhasco da águia...
Fachadas...
Novembro...
A neve cai...
Assinaturas...
Nove haikus...

O GRANDE MISTÉRIO
Por Luís Costa

Estes 7 poemas e os nove haikus seguintes foram traduzidos a partir de uma outra tradução feita do original sueco para o alemão por Hans Grössel, e encontram-se no livro bilingue, editado pela Hanser na Alemanha em 2001 “Das Große Rätsel„ (O Grande Mistério) sob o título “Cinco poemas.” e “ Haikus – Prisão “. Desde então Tranströmer ainda não editou mais nada.

Devido às diferenças linguísticas não me foi possível manter a métrica dos haikus da língua original. O que é, de facto, uma pena. Devo, porém, dizer que Hans Grössel também não conseguiu isso na sua tradução. E isto, embora entre a língua alemã e o sueco existam grandes proximidades.

O haiku é uma composição de origem japonesa, constituida por uma única estrofe de três versos com um total de 17 sílabas. Estas encontram-se distribuídas ao longo das três estrofes da seguinte maneira:

1 verso 5 sílabas
2 verso - 7 sílabas
3 verso 5 sílabas

Embora no aspecto formal, métrico, não tenha alcançado o êxito desejado, já no plano linguístico penso ter conseguido verter para português a carga expressiva existente nos versos originais. E isto é sempre o aspecto mais importante de qualquer tradução.

Tomas Tranströmer nasceu a 15 de Abril de 1931 em Estocolmo. É hoje considerado o mais importante poeta sueco da actualidade. Os seus poemas estão traduzidos em mais de trinta línguas. Além disso é considerado, desde há vários anos, como um dos favoritos ao Prémio Nobel da Literatura.
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano