SARA L. MIRANDA...

O apelo dos búzios - Index

Aparentam as miragens da interface humana para afugentar as sombras

Aparentam as miragens da interface humana para afugentar as sombras
Lá andam pelo ar infiltrando-se nas ruas e seguindo a água que aflua do rio Douro.
Subitamente numa presença funcional desce uma rapariga patética os remotos passeios de Lamego.
Manifesta-se como se a sua vivência fosse ironia na paisagem
O vento roça-lhe cabelo cobrindo o seu ponto de perspectiva

O fluxo da água no rio torneia em círculos
Na terráquea consciência os lugares comparecem todos iguais e as pessoas que os habitam fazem a diferença ilusória.
Agarram-se a destinos enevoados numa contemplação esperando despreocupadamente o amanhã.

Se meramente pudessem ver o extraordinário fôlego do efémero
Iriam compreender a semântica de um olhar, de uma expressão descolonizando o corpo de alguém que vivera como a vela de um navio solitário
Esmerando-se para sobreviver sem saber o quanto esse sentimento fora dilapido.

Sara L. Miranda nasceu a 6 de Janeiro de 1986. É uma escritora portuguesa do blogue Uma Casa Em Viagem, tendo publicado nele 75 poemas, para além de ter feito traduções de textos em francês e inglês. Dos seus poemas constam entre outros os seguintes títulos: Digressão do pensamento, Página vazia, Existências, O Apelo dos búzios, A tribulação das ondas, Fases, Vácuo, Marioneta, Desencanto, Essência do sonho, A vida feita em palavras, A viagem ao fundo de mim, Construir a emoção, Ser Como, E em Maio também há borboletas, Pássaro da madrugada, Tempo de ser, Teu Retrato, minha imagem. Um dos seus últimos trabalhos é um poema sobre a interiorização pessoal e a sua maneira de ver as pessoas na pequena cidade de Lamego, onde se encontra a estudar.

 

Blogue de Sara L. Miranda:
http://umacasaemviagem.blogspot.com/

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano