::::::::::::::::::::Rubén Mejía:
eXpírito - multiversos (seleção)



RUBÉN MEJÍA
Expírito - multiversos
Apresentação de Jorge Aguilar Mora
Tradução de Floriano Martins

São Paulo, Escrituras Editora, 2007

A chave
A Joaquín Cossío

Escolho uma chave, mas

não entra pelo olho

da fechadura.

 

Escolho outra semelhante

que se ajusta no olho,

porém não faz giro algum.

 

Do chaveiro, tomo uma nova,

uma que dá voltas

apenas para um lado

 

– recordo os versos: a chave

que fecha tua porta

não é a mesma que a abre.

 

Provo uma mais, ao acaso, e

finalmente o verso gira:

abro as portas do poema.

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano