:::::::::::::::::::::LUÍS COSTA::::::::::::
O LIVRO EXUMADO
(XLIV POEMAS) - Index
Ars poetica

Nos bosques das
madrugadas do Verão
colhes nevoeiros
É que o poema também
precisa disso
para que o verso
tenha dureza e elasticidade

Depois, retesas o arco
e o horizonte vibra em
suas etéreas arcadas
A liberdade é agora uma
antiga praça
Ao centro, um fontanário
e sorridentes crianças

 
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano