:::::::::::::::::::::::::::::::::::::Henrique Dória
Mar de bronze

Olhai barqueiros

Regressemos ao mar da juventude

Verão, melancolia hermética

OLHAI BARQUEIROS

Olhai barqueiros
As margens do vento
A água que foge
Sob o barco lento.

Olhai nevoeiros
No horizonte de hoje
Possantes guerreiros
Desfazendo o sol
Com espadas de lã
O sol da manhã
Que o amanhã engole.

Olhai barqueiros
Sob o barco mole
A água da vida
Já está de partida.

HENRIQUE DÓRIA, Mar de Bronze
 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano