ANTONIO MIRANDA
Poemas inéditos
Mar

o mar sem fissuras
um mar sem vincos, estrias
um mar-amplidão
sem marcas, em movimento

mar a que tudo vai
mar adiante, mar amor
cemitério de tudo, que tudo
suga: mar em que deposito
dúvidas, dádivas, devaneios

mar  mar  mar em ondas
petrificadas, em versos mar
ginais =  vaginas = ostras
ostra(cismo) do mar
mar-útero, mártir(io)

m       a       r

adentro
adentr
adent
aden
ade
ad
(m) a (r)

quando ao mar tudo vier
o mar será isso tudo
= mar sem margens
mar

Antonio Miranda. Poeta, escritor  e escultor,  já publicou romances, poesias em vários países. Em 1966, por decisão própria, exilou-se para viver intensamente um período de efervescente agitação cultural na América Latina. Sua criatividade foi reconhecida com prêmios pela crítica internacional (Medellin - Colômbia, San Juan de Puerto Rico). Miranda viveu e publicou em Buenos Aires, Caracas, Bogotá e Londres. Tu País Está Feliz, peça de teatro baseado em seus poemas e músicas foi estreada em 1971, foi representada em mais de 20 países. Página do autor: www.antoniomiranda.com.br

Entrada no TriploV: 24.11.2008
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano