ANTÓNIO BOTTO
A noite cai nos teus olhos

A noite cai nos teus olhos
De um verde malicioso
E há qualquer fluido que vai
Vibrando silencioso...

Inda é cedo. Mais um pouco.
- Não vês como as rosas
Se mostram nitidamente?!
Mais um pouco...
Deixa que a noite dissolva
Tudo na mesma aparência
Que tem a minha tristeza
Quando tu andas distante
Ou vens pra ficar ausente!...

E teimas? - Pois bem: adeus!

Parece que te macei...

Mas fica; o dia vem longe;
Sim, não sejas indeciso...

Esquece que te beijei.

Canções

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano