powered by FreeFind

 

 




 


 

 














Foto: Martins Correia
MISS PIMB:
Observatório da Natureza
Lesmas: animais hermafroditas
Eu estou admirada com a variedade de maneiras que têm os seres vivos de fazer sexo, reproduzir-se, aumentar e diminuir o número de indivíduos de cada população, e isto tudo são coisas diferentes, há seres que se reproduzem diminuindo o número de indivíduos, já sabemos que na maior parte o número aumenta, mas esses que diminuem são uns seres microscópicos que se juntam aos milhares numa só pinhoca, e também é diferente sexo de reprodução, porque muitos seres fazem sexo sem se reproduzirem e outros reproduzem-se sem sexo, quem não acredita leia "As origens do sexo", de Lynn Margulis e Dorion Sagan, a autora e o filho explicam tudo, nós podemos reproduzir-nos sem sexo, e a maior quantidade de seres vivos reproduz-se assim, de maneira assexuada, por divisão de células e tal, agora as lesmas deram-me que pensar, eu fotografei duas numa poça de rega no meio de um campo ali naquele outeiro por detrás do Ribeiro, em Britiande, são pretas, brilhantes e quase nem se mexem, e por alguma razão Lineu ou outro as colocou no Phyllum Mollusca, onde estão o polvo, as lulas, os caracóis, as amêijoas, os mexilhões, etc., porque não têm esqueleto, são moles, alguns têm concha, mas as lesmas, não, e como disse as lesmas são hermafroditas, quer dizer que cada animal tem os dois sexos, só não sei se a lesma faz sexo consigo mesma para se reproduzir, ou se qualquer lesma que apareça no caminho lhe serve para parceira, porque cruzam os sexos, agora não tenho tempo para observar, e as lesmas que eu vi eram tão tímidas que nem os corninhos mostraram, quanto mais a genitalia, mas prometo que para a próxima ficarei à espreita a ver como dão as quecas.
Britiande, 13 de agosto de 2008
Contact: miss.pimb@triplov.com

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano