NICOLAU SAIÃO
ONZE DEGRAUS

(“Onze é o verdadeiro número dos degraus alquímicos
a descida e a subida em um só ponto”- Gérard Calandre)

1. Retábulo da alegria

2. Efemeridade

3. Voar

4. Cidade

5. Magnólia

6. Água

7. Resistência

8. Madrugada

9. Granito

10. Sorriso

11. Palavra

1. RETÁBULO DA ALEGRIA ( de Juan Solano)

Do lado esquerdo o tom é de azul escuro com

pequenas recorrências de negro sfumato e leves

pontos de branco de zinco: como pombos ou

cegonhas passando na noite simplesmente

aflorando o seu primeiro sinal de céu ou

madrugada.

 

Depois, no centro, uma figura cerrando sua

dimensão seu único e secreto

perfil de traços marcados os traços mais pesados

de vermelho sanguíneo onde

o amarelo de espanha, o terra de siena se confrontam

com rasgões simulados de tinta desfeita.

 

Essa a alegria, o quadrado

de cartão ardente acinzentado um pouco nas

pontas a penumbra

que com as mãos se edificou e

freme estremece e se une ao que criado foi seu

 

transfigurado rosto para séculos e séculos de piedade.

 

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano