NICOLAU SAIÃO
ONZE DEGRAUS

(“Onze é o verdadeiro número dos degraus alquímicos
a descida e a subida em um só ponto”- Gérard Calandre)

1. Retábulo da alegria

2. Efemeridade

3. Voar

4. Cidade

5. Magnólia

6. Água

7. Resistência

8. Madrugada

9. Granito

10. Sorriso

11. Palavra

2. Efemeridade

Pequena pousada sobre

um muro

 

um silencio de água

de vidro fosco

de risco de unha

de sopro nessa manhã

de amor

 

ou de viagem

voltando

sem ódio ou

mágoa

Apenas gesto

contra a luz

 

Apenas um dedo

correndo sobre a

pele

minuto

hora enorme

 

de caminho e

regresso

tão distante.

 

Afago nem sequer

esboçado

mas tão cheio.

 

E tão sem nada.

 

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano