Procurar textos
 
 

 

 

 

 







 

 

MÁRIO MONTAUT
ISSO
 

Isso não se escreve nos livros, Isso não se canta em canções, Isso não se prega em igrejas, Isso não se cogita em política, nem nos congressos universais de sexualidade, Isso não se espalha por aí, Isso não é poesia, filosofia, nem dizia a minha avó, Isso não se palestra em retóricas libertárias, e se em nosso corpo consciente lampeja Isso, logo após Isso se oculta mais e mais. Psicanalistas não vão lhe dizer Isso, nem esposas, amantes, namoradas, amigos íntimos (?)...talvez, talvez, e os mais audazes sugerem, mas num ínfimo grau de possibilidade apreensível, Isso que faz parte da boa, e da má, educação, e que não é a canção O Que Será do Chico e nem os vértices de Nietzsche Zaratustra. E Isso a gente escreve, Isso a gente canta, comunga, mas não sei por qual conluio de todos os sentidos, não percebemos Isso regando os Jardins do Paradoxo, e é mais fácil acreditar em Deus ou na síndrome do pânico, do que num mundo partilhando Isso, e se assim caminha a humanidade, o que é Isso, o que é Isso, meu irmão? Beijos do Mário (e a bola tem sempre razão).

(M.M.)

MÁRIO MONTAUT é brasileiro, paulistano, de ascendência italiana, espanhola, indígena, moura, francesa e outras. Desenvolve uma sequência de composições que vêm à luz, já em dois trabalhos: "Bela Humana Raça", Dabliú, 1999, e "Mário Montaut: Samba De Alvrakélia", a sair nos próximos dias pelo selo MBBmusic. São muitos anos de vivências artísticas, num panorama que inclui Dorival Caymmi, René Magritte, Manoel De Barros, João Cabral De Melo Neto, Borges, Chico, Caetano, Gil, Dalí, Fellini, Buñuel, Webern, Cartola, Breton, Blavatsky e muitos amores mais, indispensáveis à sua criação, que abarca, além das canções, poemas, textos, roteiros e outras coisas interessantes. Mário Montaut é basicamente um parceiro de todos os seus contemporâneos e ascendentes, humanos ou não, saibam eles ou não. Índios, Negros, Europeus, Sem-terra, Brisas, Baleias, Maremotos, Chuvas, Livros, Discos, Beijos e Trovões Em Todas As Roseiras. Atualmente grava um disco de parcerias suas com o poeta Floriano Martins, onde a talentosíssima intérprete Ana Lee canta grande parte do repertório. Mário Montaut é um pouco de tudo isso. E muito mais, com certeza, pode ser descoberto em seus discos lançados, em suas tantas canções já gravadas, poemas, textos, e múltiplos achados.    
 
   
   

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano