Procurar imagens
     
Procurar textos
 

 

 

 

 

 


 

LUÍS REIS..

“Subsídios para a História da Biblioteca Pública de Évora”
(Comentário)

ÍNDICE

Introdução

I. A evolução do Livro e da Leitura (síntese histórica)

II. D. Frei Manuel do Cenáculo Villas Boas

III. Análise de texto

III.1. A fundação da Biblioteca

III.2. Crises da Biblioteca

III.3. Perfeitos e Directores da Biblioteca

III.4. Modificações e acrescentos ao complexo arquitectónico
e cultural da Bibliotec
a

III.5. O Fundo da Biblioteca

III.6. Transcrição dos relatórios

IV. Conclusão

V. Fontes

 

IV. Conclusão

Ao longo deste trabalho, tentou-se traçar, em síntese, um pouco da História do Livro e da Leitura, onde se acentuou as mutações ou metamorfoses que ambos foram sofrendo, ao longo dos tempos, até chegarmos hoje ás Novas Tecnologias da Informação, e aos novos suportes. Um importante papel cabe aos investigadores e ao seu trabalho, como o do texto analisado entre outros, ao longo da História da Humanidade, para uma melhor compreensão da Nossa História. Só com a sua ajuda poderemos entender o Mundo de Hoje. Também os percutores da Cultura, com é o caso de D. Frei Manuel do Cenáculo Villas Boas, têm um papel fundamental para o progresso e desenvolvimento das Sociedades Culturais.

Como se viu, Frei do Cenáculo desde cedo que se preocupou com a Cultura e a Instrução do seu próximo, o que o levou à fundação da Biblioteca Pública de Évora, um espaço aberto a todos, de que todos podiam usufruir. A sua linha de orientação como homem iluminado, ao criar um serviço público de difusão da Cultura, ia já de encontro com a moderna defenição do que deve ser uma Biblioteca Pública.

A Biblioteca Pública hoje, devem contribuir para a preservação da qualidade de vida em todos os aspectos, desde o educativo, industrial, económico, cientifico e cultural. Assim como promover o conceito de uma sociedade democrática em que todos têm igual oportunidade de se tornarem verdadeiros cidadãos.

Hoje a informação e as ideias constituem necessidades humanas básicas onde todos os cidadãos, independentemente da raça, credo ou posição económica, devem ter acesso livre e igual. Pra tal a Biblioteca Pública deve disponibilizar livremente todos os registos da experiência humana sob a forma de livros e materiais afins, promovendo e preservando assim o livre fluxo de informação e ideias.

m suma uma Biblioteca Pública deve empenha-se na recolha, salvaguarda e divulgação do património documental, assim como facilitar o acesso à educação, à informação e ao conhecimento, onde a Informação deve ser vista como um Direito Fundamental da Humanidade.

 

 

 

 



 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano