GLEDSON SOUSA
ANTOLOGIA DE POEMAS

A Insônia dos Poetas

A Benjamin Peret e Claudio Willer
 

Sem armas nem morcegos de areia & lágrimas de arsênico &

rancores noturnos

os poetas erguem a manhã

erguem a manhã nas noites fatigadas

no sorriso de esfinge do amor que se vela

erguem a manhã sob a tenda do porvir

vela acesa no rochedo em meio ao mar

pássaros de notas de Beethoven rasgam a memória do amor

que se quis ave marinha numa costa da Gaspésia

que se quis dama e senhora no umbral de uma Tebas envelhecida

rostos de diamantes sob um sol de marfim no horizonte

todo poeta é Janus noturno

a manhã vem da lama em meio as águas

 

o sol nasce

da insônia do amor.

 
 
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano