Eliane Potiguara.......................

BRASIL - INDEX

Brasil

Que faço com a minha cara de índia?
 
E meus cabelos
E minhas rugas
E minha história
E meus segredos?
 
Que faço com a minha cara de índia?
 
E meus espíritos
E minha força
E meu Tupã
E meus círculos?
 
Que faço com a minha cara de índia?
 
E meu Toré
E meu sagrado
E meus "cabôcos"
E minha Terra
 
Que faço com a minha cara de índia ?
 
E meu sangue
E minha consciência
E minha luta
E nossos filhos?
 
Brasil, o que faço com a minha cara de índia?
 
Não sou violência
Ou estupro
Eu sou história
Eu sou cunhã
Barriga brasileira
Ventre sagrado
Povo brasileiro
 
Ventre que gerou
O povo brasileiro
Hoje está só ...
A barriga da mãe fecunda
E os cânticos que outrora cantavam
Hoje são gritos de guerra
Contra o massacre imundo

Eliane Potiguara foi indicada em 2005  ao Projeto Internacional "Mil mulheres ao Prêmio Nobel da Paz", é escritora, poeta, professora, formada em Letras (Português-Literatura) e Educação, ascendência indígena Potiguara, brasileira, fundadora do GRUMIN / Grupo Mulher-Educação Indígena. Membro do Inbrapi, Nearin, Comitê Intertribal, Ashoka (empreendedores sociais), Associação pela Paz, Cônsul de Poetas Del Mundo. Trabalhou pela Declaração Universal dos Direitos Indígenas na ONU em Genebra. Seu último livro é “METADE CARA, METADE MÁSCARA”, pela Global Editora. Ganhou o Prêmio do PEN CLUB da Inglaterra e do Fundo Livre de Expressão, USA.

Site pessoal: www.elianepotiguara.org.br    

Institucional:   www.grumin.org.br

E-mail: elianepotiguara@grumin.org.br

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano