Américo Correia de Oliveira
(ESELeiria/Instituto Camões/Universidade A. Neto)
A LITERATURA ANGOLANA DE TRADIÇÃO ORAL
E A SUA RECOLHA: HISTÓRIA BREVE E TEORIA

1. Introdução

2. Algumas tipologias da literatura angolana de tradição oral

3. Historial da edição do acervo da literatura angolana
de tradição oral

ANEXO I - "FOLCLORE ANGOLANO"

ANEXO II. “HISTORIAL PROVISÓRIO DA EDIÇÃO DO ACERVO DA LITERATURA ANGOLANA DE TRADIÇÃO ORAL”

ANEXO III - MAPA DOS GRUPOS ETNOLINGUÍSTICOS
DE ANGOLA

BIBLIOGRAFIA

 

ANEXO I - “FOLCLORE ANGOLANO (GRUPOS E CICLOS TEMÁTICOS)
(J. Redinha, 1975b):286-287)

Canções, Poemetos, Provérbios e Adivinhas

Mitos, Lendas e Contos

Magia, Religião, Feiticismo e Crenças

Música, Danças, Festas e Trajes

Tradições e Festejos Populares.

Procurando um esboço de ciclos temáticos [negrito do autor] enhum tema se apresente isolado, mas apenas predominante, sobre o fundo mais ou menos comum, podemos determinar, com a aproximação possível, ou indicar como posição numa área ainda a determinar, os seguintes ciclos:

- Mitos de submersões, afogamentos ou micro-dilúvios (o Nordeste de Angola apresenta a zona mais importante deste mito)

- Contos de maquixes ou makichi [monstros antropófagos] (para norte do Cuanza, entre Quimbundos e Congueses)

- Lendas anióticas (1) (na região do Uíge e dos Dembos)

- Mitos de sirenídeos (na zona costeira desde Cabinda ao Rio Cuanza, com penetração para o distrito do Cuanza-Norte e outras regiões)

- Provérbios figurados (Cabinda).

- Mitos de torres, de andaimes sobrepostos e de outros processos para a escalada do céu - por vezes mesclados do mito de Babel (Moxico e Cuanza-Sul) (2).

- Canções clânicas (Sudoeste de Angola).

- Poesia pastoril (Sudoeste de Angola - região dos Ambós ou Ovambos).

- Contos de anões (Faixa norte de Angola - Cabinda, Zaire, Uíge, Malanje e Lunda).

- Lendas genesíacas (Norte e Leste, principalmente).

- Génios silvícolas (Nordeste da Lunda).

- Mitos de monstros aquáticos (Lunda e casos isolados como o do Cutato).

- Mitos de Ngola (do litoral de Luanda até Pungo Andongo).

- Lendas de tesouros (Sudoeste de Angola).

- Contos míticos (mágico-religiosos) da caça (Nordeste de Angola).

- Mitos de forjadores (Alto-Zambeze).

 

(1) "Anióticas, de anioto, nome nativo para os 'homens leopardos', na linguagem de Stanleyville" (Redinha, 1975b):312, nota) [Nota da nossa responsabilidade].

(2) "Este mito também se encontra na Lunda, aludindo à conquista da lua" [Nota do autor].

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano