D. Francisco Manuel de Melo

Doze sonetos per la morte de Inés de Castro

D. Francisco Manuel de Melo (Lisboa, 1608 – 24 de Agosto de 1666) foi um escritor, político e militar português, ainda que pertença, de igual modo, à história literária, política e militar da Espanha. É um representante máximo da literatura barroca peninsular. Dedicou-se à poesia, ao teatro, à história e à epistolografia. Tendo publicado cerca de duas dezenas de obras durante a sua vida, foi ainda autor de outras, publicadas postumamente. Aliou ao estilo e temática barroca (a instabilidade do mundo e da fortuna, numa visão religiosa) o seu cosmopolitismo e espírito galante, próprio da aristocracia de onde provinha. Entre as suas obras mais importantes, pode-se destacar o texto moralista da “Carta de Guia de Casados” ou a peça de teatro “Auto do Fidalgo Aprendiz”.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre: http://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_Manuel_de_Melo

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano