HENRIQUE FIALHO...

TRÊS TEXTOS & TRÊS POEMAS - INDEX

Rogil, 2005
O homem que trabalha a horta
trouxe-nos maçãs, pimentos e peras,
tomates, um veneno da casa
que empeçonha o fígado.
Ontem, a mulher do homem
deu-nos um saco cheio de ovos frescos.
A tez africana não engana:
veio recambiada dum passado
que só não envergonha os mortos.
Têm uma neta pequena - a Rita -
que gostava de morar numa cidade grande.
Nas cidades grandes é tudo
mais pequeno do que aqui,
apenas o preço do veneno não faz justiça
à dimensão das pragas.
Nas cidades grandes,
como sabemos, os preços
andam sempre do avesso:
se pudéssemos regar os campos
com o suor do trabalho,
não haveria seca que ameaçasse as colheitas.

 

Henrique Manuel Bento Fialho nasceu em 1974. É licenciado em Filosofia. Publicou, entre outros, os livros antologia do esquecimento (2003), Estórias Domésticas & Outros Problemas (2006) e O Meu Cinzeiro Azul (2007). Tem colaboração dispersa pelas revistas Aullido (Espanha), Big Ode, Saudade e Sulscrito. Está representado em algumas antologias, tais como Cerejas (2004), Canto de Mar (2005), Um Poema Para Fiama (2007) e Contos de Algibeira (Brasil, 2007). Faz parte do corpo editorial da revista on-line «Minguante» (http://minguante.com/).

Entrada no TriploV: Abril de 2008
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano