HENRIQUE FIALHO...

TRÊS TEXTOS E TRÊS POEMAS - INDEX

Feed-back
Ouves os grilos no termo do dia,
sabes que são uma sinfonia
de compositores que habitam na erva.
Vês os insectos bailando contra a luz,
sabes que dançam
ao ritmo das melodias vindas do chão.
Sentes a maresia cair sobre a pele
como um véu de água,
subtilmente aconchegado às pregas do corpo.
Sabes que o gelo pode aquecer-te
nas fintas do cansaço.
Mas o que tu não sabes,
nem poderias saber,
é do tecto de estrelas que sobre ti anuncia
os olhos abertos da eternidade.
in revista “Sulscrito

Henrique Manuel Bento Fialho nasceu em 1974. É licenciado em Filosofia. Publicou, entre outros, os livros antologia do esquecimento (2003), Estórias Domésticas & Outros Problemas (2006) e O Meu Cinzeiro Azul (2007). Tem colaboração dispersa pelas revistas Aullido (Espanha), Big Ode, Saudade e Sulscrito. Está representado em algumas antologias, tais como Cerejas (2004), Canto de Mar (2005), Um Poema Para Fiama (2007) e Contos de Algibeira (Brasil, 2007). Faz parte do corpo editorial da revista on-line «Minguante» (http://minguante.com/).

Entrada no TriploV: Abril de 2008
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano