HELENA FIGUEIREDO

Ecos de mim

Beijos

Salpicos da alma,
Gotas de paixão,
São atirados,
Colados
Em cartas,
Em bocas,
Dados no chão.
São suaves,
Quentes,
Intensos,
Profundos,
Às vezes ausentes.
Ferem a pele,
Cheiram a limão,
Beijos doces,
Perfumados,
Umas vezes falsos,
Outras de união.
Beijos longos,
Molhados,
Num leve tocar,
Macios,
Ousados,
Sabem a sol
Ao acordar.
Beijos de ternura
Dados ao luar,
Sinais de desejo
Na pele dos amantes,
São leves sussurros
De amores escaldantes.
Deslizam no corpo

 

Como sabão,
Enchem-nos de fogo,
Tal qual um vulcão.
Roubados por vezes,
Com sabor a fel,
Enviados
De longe,
Sabem a mel.
Beijos sonhados,
São muitos dos meus,
Mas sabendo a céu,
Só mesmo os teus.
Vagueias p`lo mundo,
Tal vento suão.
Quando voltarás?
Apenas teus versos,
P`ra cobrir de beijos
E fazer bater
O meu coração.

Helena Figueiredo

Helena Figueiredo nasceu em 9 de Março de 1959, numa pequena aldeia do concelho de Carregal do Sal, distrito de Viseu. É licenciada em Educação de Infância, e desde os 21 anos que trabalha com crianças entre os 3 e os 6 anos. Entre 2003 e 2006 prestou assessoria ao Conselho Executivo do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal.
Entrada no TriploV: Abril de 2008
 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano