REGISTRADO NA
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE
AUTORES TEATRAIS

___

CUNHA DE LEIRADELLA
Casa das Leiras
São Paio de Brunhais
4830-046 - Póvoa de Lanhoso
Portugal
Telefone: 253.943.773



CUNHA DE LEIRADELLA

CENA V

SACERDOTE

Senhor, voltou o homem de Keriot.

ANÁS

Quem traz com ele?

SACERDOTE

Ninguém, senhor. Vem só.

ANÁS

Tens novas do Nazareno?

SACERDOTE

Dizem que Pilatos relutou em aprovar a sentença do Sinédrio. Lavou as mãos.

ANÁS

Pilatos não quis comprometer-se? Teria Caifás desconfiado?

SACERDOTE

Não creio, senhor. Caifás julga-se por demais inteligente e poderoso, e jamais pensaria que o quiseste enganar.

ANÁS

Onde está o Nazareno?

SACERDOTE

Está no caminho do Monte da Caveira, para ser crucificado.

ANÁS

Teria falado alguma coisa?

SACERDOTE

Não. Se tivesse, Pilatos já teria mandado soldados a tua casa.

ANÁS

Manda entrar, então, esse homem. (O Sacerdote dirige-se para a porta) Não. Espera. E se ele próprio falou?

SACERDOTE

Queres que o prenda?

ANÁS

Pensando bem, não há necessidade. Que mal pode fazer o cão ao leão que reina nas montanhas? Pilatos há de cair, como Copônio também caiu, e, atrás dele, irá Caifás. Júlio César, que era o senhor do mundo, não caiu? Manda entrar esse homem. Mas, depois, sai. Não convém que ele pense que o temo. Mas fica atento. (O Sacerdote introduz Judas e sai) Por que voltaste? Não sabes que te posso entregar a Pilatos?

JUDAS

Sei. Mas não me entregarás.

ANÁS

Como podes estar tão certo de uma coisa que desconheces?

JUDAS

Se me entregares, quem responderá pelo valor do meu silêncio? Ou julgas que Pilatos não sabe quem tu és?

ANÁS

Posso entregar-te a Caifás. Ele sabe quem tu és.

JUDAS

Se Caifás me quisesse, podia ter mandado prender-me em sua casa. Comparado contigo, eu nada valho para Roma.

ANÁS

Que me queres, então?

JUDAS

Nada. De ti nada mais quero.

ANÁS

Então, vai-te.

JUDAS

Vim pagar o que te devo.

ANÁS

Nada me deves. Regressa a Keriot e dá-te por satisfeito, se lá chegares. Por mim, espero que Israel possa esquecer o teu Messias e espere , em paz, o Messias verdadeiro.

JUDAS

Só há uma natureza e o homem não pode mudar a sua condição. Mas eu pergunto: Se tu podes ser como um cão, por que é que um cão não pode ser como tu? O meu erro não foi dar-te o direito de duvidares de mim. O meu erro foi deixar que agisses como se eu estivesse errado. (Joga a bolsa aos pés de Anás) Toma. Essa é a bolsa que me mandaste. Com ela compraste a liberdade de Israel e com ela hás de pagar aos exterminadores da nossa raça. Maldito sejas!

ANÁS

Guardas!

Entra o Sacerdote, correndo, com Dois Guardas.

SACERDOTE

Que desejas, senhor? (Anás aponta Judas) Queres que o prenda?

ANÁS (Ao mesmo tempo)

Leva este homem e que nunca mais entre nesta casa.

JUDAS

Fica tranqüilo, eu não voltarei. Não será necessário. O nosso próximo encontro já está marcado no inferno.

Sai Judas, acompanhado pelo Sacerdote e pelos Guardas. Anás apanha a bolsa do chão.

 
 
 

JUDAS-INDEX



 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano