Procurar textos
 
 

 

 

 

 







DOMENICO AGOSTINO VANDELLI
PARA UMA BIOGRAFIA DE DOMINGOS VANDELLI
(1735-1816)
...
1782
Explorações no país, D. Miguel

- Carta de Domingos Vandelli de 22 de Janeiro. "Brevemente remeterei a V. Exa uma Memória sobre a cultura das abelhas do bacharel Manuel Dias Baptista, o qual está também aperfeiçoando a outra da des-crição de uma parte da comarca de Coimbra para concorrer ao prémio."

Será premiada pela Academia, ê a que inclui os rudimentos da flora e fauna conimbricense {1789), e constitui uma das Amenidades Acadêmicas. Continuam as explorações no país. O Dr. Francisco António de Paiva colige em Aveiro. Vandelli: "Apareceu nas praias, em vizinhança de Aveiro, um Physeter macrocephalus, do qual se tiraram muitos "spermaceti", e muito azeite. O Dr. Francisco António de Paiva irá ver se pode aproveitar o esqueleto para este museu."

- Vandelli arqueólogo. Nesta qualidade e na de numismata se correspondeu com Cenáculo. Aparentemente houve obras na Sé Velha de Coimbra. A 28 de Janeiro escreve a Correia da Serra: "Ao Exmo Senhor Visconde remeto cópia de todas as Inscrições que se acham nesta Sé Velha. Se quer algumas Romanas sepulcrais que tenho no Museu, que furtei aos Pedreiros, as posso mandar."

- Barbacena a Vandelli, 24 Fevereiro. Tiveram assembleia semi-pública na qual se fez o elogio do sócio Snr. D. Miguel de Portugal.

Pede instruções sobre memórias acerca do sebo, modo de melhorar o azeite de peixe, evitando fumo, etc.. Em cartas seguintes fala das plantas do tabaco, e informa que chegou o Padre Loureiro da Conchinchina. Noutra carta, comunica que os fundos para a Academia provêm da Lotaria.

- Carta de Vandelli a Correia da Serra, 12 de Julho (integral):

Reverendíssimo Snr. José Correia da Serra

Lhe agradeço infinitamente o favor de querer interessar-se para o livramento de José Pinto, que lhe entregará esta minha, o qual novamente lhe recomendo.

A porcelana da qual lhe mandei amostra é composta de argila e feldspato, não faltando nestas vizinhanças argilas, que naturalmente são misturadas com uma pequena porção do mesmo espato de composto, mas não em dose suficiente para fazer uma porcelana transparente.

Estimei muito as suas novas observações botânicas, e desejo ter ocasião de examinar a Bermundiana para verificar a sua descoberta. Eu continuo a fazer abrir os novos géneros do nosso Veloso, que acabei de examinar com o seu herbário, e a um deles lhe ponho o nome de Corrêa.

Os meus ajudantes têm prontos mais dois globos de papel, um de 23, e outro de 33 pés de diâmetro, que na vinda do Bispo de Porto largarão ao ar.

- Barbacena escreve a DV dizendo que na Academia Real das Ciências fora lida uma memória de Alexandre Rodrigues Ferreira sobre a introdução à teologia dos vermes e abuso da conchiologia. E outra de DV sobre o modo de fazer o verdete e sobre a análise do carvão de Buarcos (antes de partirem para a viagem filosófica, Alexandre Rodrigues Ferreira e João da Silva Feijó estudaram as minas de Buarcos). Noutra, diz que recebeu a memória de Vandelli sobre os diamantes. (Sem data)

 
1783
Viagens filosóficas ou expedições régias

- A mina de Coja está em laboração, Vandelli faz experiências de fundição com o seu aluno Baltasar Lisboa. Mandam vir um fundidor francês e Vandelli sugere ao Bispo D. Francisco de Lemos que faça um forno no palácio.

- Barbacena escreve a Vandelli dizendo que fora lida na Academia Real das Ciências a memória de Vandelli sobre os diamantes. Noutra carta, acusa a recepção de camafeus (provenientes da fábrica de Santa Clara, louças de vandel), a entregar ao duque de Lafões, para terem como destino o gabinete da Academia.

- Organizadas por Vandelli as viagens filosóficas, neste ano parte para Cabo Verde, João da Silva Feijó, encarregado também de estudar as produções do vizinho continente africano (Guiné-Bissau). Para Angola, Angelo Donati, funcionário do Real Jardim Botânico da Ajuda, Joaquim José da Silva e riscador. Para Moçambique, Manuel Galvão da Silva, com o preparador José da Costa e o desenhador António Gomes. Para o Brasil, Alexandre Rodrigues Ferreira, os riscadores Joaquim Freire e Joaquim Codina, e o jardineiro-botânico Agostinho do Cabo.

- Manuel Joaquim Paiva publica os "Elementos de Química e Farmácia", dedicados ao mecenas Pina Manique.

- Agosto, 3. Vandelli arrenda o Alvéu do Rio Velho do Mondego.

 
1784 ..............................................................Balões de hidrogénio

- Nasce Alexandre António Vandelli.

- Vandelli funda a fábrica de cerâmica de Santa Clara, Coimbra. Louças de vandel. DV estava ligado à cerâmica desde a sua chegada. Em Lisboa, à Fábrica do Rato. Em Coimbra tentou restaurar e adaptar uma antiga fábrica de telha vidrada, pertencente à Universidade, mas não há noticia de que tenha chegado a funcionar. O nome de Vandelli populariza-se com o das louças, dá-se o nome de bandeli à chávena de chá. Peças expostas no Museu Machado de Castro. Saiu legislação vária a proibir outras fábricas de usarem as suas fórmulas, de tintas, materiais, etc. A louça de vandel era a de porcelana fina. O filho continou ligado às louças de vandel.

- Julho, 25 e 27. Lançamentos dos balões a hidrogénio encomendados aos alunos José Alvares Maciel (Inconfidência Mineira), Vicente Coelho de Seabra, Tomás José de Miranda e Almeida, e Salvador Caetano de Carvalho. O verniz de gutapercha usado no balão fora invenção de Vandelli. A 27, a assistência foi constituida pelo Reitor e todo o corpo académico, nobreza e povo. Rol de materiais e despesas in Cruz.

- Explorações no pais. José Alvares Maciel explora durante dois meses a Serra da Estrela, na companhia do ervanário António José Ferreira.

 
1786

- DV associa-se a João Bernardo Guedes e Diogo José Araújo na criação da fábrica de louças do Cavaquinho, Gaia.

- Dizem que Correis da Serra se exila em França, provavelmente devido a intrigas e perseguições de Pina Manique. E que contrai amizade com o botânico Broussonet. Duvidoso, Broussonet nem o citará nas cartas. Quem ele diz que o foi visitar ao quarto, na Academia de Ciências é Vandelli.

- Caso Broussonet, a seguir.

- A Congregação da Faculdade de Filosofia determina que os lentes devem elaborar os manuais das cadeiras.

 
1787-88
Jubileu ou acto académico similar, pois Vandelli deixa de ensinar e regressa a Lisboa.
 
 
   
   

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano