JOÃO NABAIS
Parque da cidade

PARQUE DA CIDADE , uma vez mais sentado na tarde do dia

ESCREVO... como amo cada recém-nascido

PARÁBOLA

ENTARDECER…

OLHAR ESPECIAL com gardénias

SIBILO

ESCREVO… na cápsula do tempo

OLHAR ESPECIAL com gardénias

O dia

repousa

cada vez mais

azul imperial

coroado

por um velado

e fino disfarce

da realidade

 

próximo

uma criança

tropeça

o olhar de desejo

inquieta

como vazia

uma flor

desliza

no largo oceano

 

segue-se

uma data final

sublimada

antes do último acorde

conduzir

a alma dos sentidos

a este espaço

escuro

..............infinito

 

sobe

o silêncio tonal

matizado com gardénias

a cobrir a pele do mar

 
 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano