Tony Tcheka................

Poemar

Fui à escrita
poemar
um flirt com a poesia
uma paixão gerada em sílabas
prenhes de ternura

o corpo não cede ao fogo
resta a poesia
e sou mais eu em ti

No presságio a palavra
palavra, que lavra
em safras de ardoamor
apocalipse de corpos
em procissão de amor

No lusco-fusco do crepúsculo
me encontro
vejo o fogo
nascer do iceberg
do teu corpo-mármore

A poesia ocorre
em plasmas de amor
vem com o calor-vermelho
que invade o corpo
em cortinas de suor

E fleuma do teu corpo-rosa
libertando ternura sonegada
em suspiros de madrugada morena
que pétalas de feitiço-crioulo
              acalentam em seivas de amor.

Antologia poética da Guiné-Bissau. Coordenação do Centro Cultural Português em Bissau e da União Nacional dos Artistas e Escritores da Guiné-Bissau. Prefácio de Manuel Ferreira. Lisboa, Editorial Inquérito, 1990.

http://www.didinho.org/tony_tchekapoesiaemportugues.htm

Tony Tcheka (António Soares Lopes Júnior), natural de Bissau, onde nasceu a 21 de Dezembro de 1951, foi um dos fundadores da União Nacional de Artistas e Escritores, da Guiné-Bissau e é hoje considerado um nome de referência da literatura guineense, com trabalhos em várias antologias, publicadas na Guiné-Bissau, Portugal, França, Brasil e Alemanha. Este livro, que sucede a "Noites de Insónia na Terra Adormecida", editado em Bissau, em 1996, foi lançado no Brasil em Novembro de 2008, durante a Festa Literária Internacional de Porto das Galinhas.

Também jornalista, António Soares Lopes Júnior foi redactor e mais tarde director da RDN-Rádio Nacional da Guiné-Bissau, chefe da redacção e director do Jornal Nô Pintcha. Nesta qualidade criou Bantabá, um suplemento cultural e literário. Como correspondente e analista, trabalhou com a BBC, Voz da América, Voz da Alemanha, Tanjug e, em Portugal, com o Público, a antiga agência noticiosa ANOP, RTP-África e TSF

http://estudo-k.blogspot.com/2009/10/tony-tcheka.html

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano