Odete Costa Semedo.

POEMAS - INDEX

Poemar

Poemar é amar o mar
Poemar é revestir o ser
Com o próprio pensamento
É trazer à superfície
O subconsciente
É ser vidente
É ser viandante
É amar a dor
E dar calor
Ao frio da noite.
Poemar é dar prazer ao ser
É estar contente
Por poder amar
E poemar é amor
Poemar é amar
Quando ao luar
O mar e a mente se entrelaçam
Quando a dor e o calor se confundem...
Poemar é amor
É amar
É mar
E é dor também

Maria Odete da Costa Soares Semedo (1959) nasceu em Bissau. Diplomada em Letras pela Universidade de Lisboa. É professora da escola de formação de professores em Bissau (Escola Normal Superior Tchico Té), e professora colaboradora da Universidade Colinas de Boé, também em Bissau. Foi Ministra da Educação Nacional e Presidente da Comissão Nacional para a UNESCO, Bissau. Investigadora Sênior do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, INEP-Bissau, foi muito recentemente Ministra da Saúde em seu país. Possui diversos trabalhos publicados em várias antologias literárias, jornais e revistas da especialidade na Guiné-Bissau e no estrangeiro.

Doutoranda em Letras na PUC Minas, contam-se, entre as suas obras publicadas, "Entre o ser e o amar" (poesia, Bissau: INEP, 1996); "SONNÉÁ histórias e passadas que ouvi contar I" (contos, Bissau: INEP, 2000) e "DJÉNIA histórias e passadas que ouvi contar II" (contos, Bissau: INEP, 2000); "No Fundo do Canto" (poesia Viana do Castelo: Edição da Câmara Municipal de Viana do Castelo- Portugal, 2003). Este último foi também publicado aqui no Brasil, em 2007, pela editora Nandyala, Belo Horizonte.

http://veronicabenesi.blogspot.com/2008_05_01_archive.html

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano