Huco Monteiro.....

Anos tudo i Buruntuma

Si anos i ris o simintera
Nteradu
Si no ka lanta pulga
I polon o bissilon
Pa N ka fala katakumba o mandjandja

Anos tudu i buruntuma

Mitidu na un tatcha di badodos
Na sangi di no Guiné
I kil un iardi di sukulubembe
I kil un malgosura di djagatu
I kil un badju di kusunde o di ngumbe

Bu fidjus tudu i buruntuma, Guiné.

Nós somos todos Buruntuma
Trad. Hildo Honório do Couto

Se somos raiz ou sementeira
enterrados
se não levantamos pulgas
poilões ou bissilões
para não falar de catacumba nem de cola

Somos todos buruntuma

Dentro de uma vasilha de badosdoce
no sangue de nossa Guiné
quer ardendo como o sukulubembe (uma pimenta)
quer amargando como o djagatu (uma beringela)
quer em um baile de kusunde ou de gumbé

Seus filhos são todos buruntuma, Guiné.

 

Huco Monteiro, ou simplesmente Huco, é nomi di kasa de João José Silva Monteiro, que participou dos conjuntos musicais Chave d’Ouro (Nkassa Kobra), Panteras Guinéus e Djorson, ao lado de Serifo Mané, Ernesto Dabó e Diana Handem. As músicas cantadas por Zê Manel têm diversas letras que foram escritas por ele. Em 2006 saiu seu longo poema “Sinais de paz” que, a despeito do título em português, está escrito em crioulo.

In: Hildo Honório do Couto, A poesia crioula bissau-guineense. Papia 18, 2008, pp. 83-100.

Poesia no Didinho
http://www.didinho.org/poesia.htm

 

http://senegambia.blogspot.com/

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano