HELDER PROENÇA

Foto: António Aly Silva

POEMAS - INDEX

Pérola cintilante

Quando te vejo na madrugada em lágrimas
quando nas matrizes dum segredo
            te vejo pérola cintilante dos céus
e nossas vozes se dilaceram
             na penumbra dum adeus,
meus beijos doces e puros
abraçam ardentemente teus lábios sumo de caju
e o silêncio mudo — lá bem dentro —
escuta o solilóquio dos olhos dormentes
e do coração que ri e chora
                     em ritmos e velocidades descoordenados.

Quando te vejo
Pérola cintilante,
quando distante te imagino
quando o olhar se alonga na distância
e no horizonte distante te vejo
            na penumbra-reluzente,
e ternura modesta dum amor
invade o serpentear taciturno das minhas lágrimas
e nos búzios de Bubaque
oiço a melodia suave da tua voz
              caminhando de perfil sobre as ondas verde-brancas
do meu pensamento, e
minhas mãos, curtas e meigas,
te encontram então, muito perto
lá bem dentro do meu peito.

 

Não posso adiar a palavra, 1982
Em: Manuel Ferreira, 50 Poetas Africanos. Lisboa, Plátano Editora, 1989

Escritor da Guiné–Bissau, envolveu–se, nos anos 70, no movimento independentista do seu país, abandonando os estudos liceais e partindo para a guerrilha em 1973. Após o 25 de Abril, regressou a Bissau, prosseguindo os seus estudos.

Hélder Proença começou por se dedicar à literatura era ainda adolescente, escrevendo poemas anticolonialistas, de afirmação da identidade nacional, que acompanharam a sua actividade política. Os textos desta fase foram reunidos no volume Não Posso Adiar a Palavra, editado apenas em 1982. Este carácter panfletário foi-se atenuando progressivamente, embora o autor nunca tenha descurado uma vertente de intervenção política e social. Considerado uma das grandes figuras da nova literatura guineense, escrevendo tanto em português como em crioulo, foi o co-organizador e prefaciador da primeira antologia poética do seu país Mantenhas Para Quem Luta! (1977). Alguma da sua produção continua inédita.

Fonte:http://web.educom.pt/p-ccomum/2/biblioteca/biografias/guine.htm

http://www.didinho.org/HELDERPROENCAOUOPOETALIBERTADOR.htm

http://senegambia.blogspot.com/

 

 

 

 




 



hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano