RINALDO DE FERNANDES
RODAPÉ/ Ponto de vista crítico

PROSOPOPÉIA

Pesquisa profunda, providencial, é a 2 a edição comentada e ilustrada da Prosopopéia , de Bento Teixeira (Ed. da UFPB/Idéia). Preparada pelos professores Milton Marques Júnior, Fabrício Possebon e Juvino Alves Maia Júnior, a obra vem reparar as interpretações rasas, ligeiras, do texto que praticamente inaugura a literatura brasileira no séc. XVI. No (excelente) ensaio introdutório, Milton Marques informa que a principal preocupação foi "discutir com profundidade" a estrutura da Prosopopéia , para chegar "a uma explicação clara do que se afirma sobre a sua fraqueza poética". E isso se cumpre inteiramente no livro. As notas de rodapé de Fabrício Possebon e Juvino Alves são exemplo de trabalho meticuloso, competente. Para quem não se lembra, Prosopopéia é um poemeto épico em louvor a Jorge de Albuquerque Coelho, terceiro donatário da Capitania de Pernambuco. Documento importante da nossa literatura colonial, é agora aprontada por três professores/pesquisadores da Universidade Federal da Paraíba, os quais aproveito para parabenizar. O leitor interessado no livro deve consultar o site da Livraria Cultura (www.livrariacultura.com.br).

A coluna "Rodapé" consta de um único parágrafo contendo um comentário crítico acerca de um autor, um romance, um conto, um poema, uma cena, um personagem, enfim, sobre um aspecto da literatura. É publicada mensalmente no Rascunho, de Curitiba/PR, e semanalmente no Correio das Artes, de João Pessoa/PB.
 
   
   

 

 

 


hospedagem
Cyberdesigner:
Magno Urbano