VII Colóquio Internacional
"Discursos e Práticas Alquímicas"
LAMEGO - SALÃO NOBRE DA CÂMARA MUNICIPAL
22-24 de Junho de 2007

O FEMININO EM MARIA DO PILAR OSÓRIO,
VISCONDESSA DE BRITIANDE
Maria Estela Guedes
(TriploV, CICTSUL, ISTA)

INDEX
Sumário
A selecção patriarcal
O feminino no masculino
Bibliografia

Sumário
D. Maria do Pilar Bandeira Monteiro Osório é uma escritora duriense do século XIX. Viveu em Britiande, onde está sepultada. Os elementos do feminino presentes no seu romance, “A secular do convento de Barrô” (Porto, Typographia Occidental, 1882), distribuem-se por categorias várias, desde a explícita no título – um convento de clarissas –, passando pelo tipo de paisagem, sempre agrícola, até ao modo como descreve certo jovem – Luís é uma figura mercurial, feminina. Inverte assim as características alquímicas dos sexos, dando-nos ao mesmo tempo a imagem tradicional de masculino e feminino, aquela que o sistema patriarcal tem imposto. Quase tudo nesta registadora de histórias reais é feminino, excepto precisamente o regime de poder social em que vivia, numa época em que Portugal se preparava para acatar as reivindicações feministas, a que deram rosto mulheres como Ana de Castro Osório.

INICIATIVA:
Centro Interdisciplinar de Ciência, Tecnologia e Sociedade da Universidade de Lisboa (CICTSUL)
Instituto São Tomás de Aquino (ISTA)
www.triplov.org

Patrocinadores:
Câmara Municipal de Lamego
IDP - Complexo Desportivo de Lamego
Junta de Freguesia de Britiande
Paróquia de Britiande
Dominicanos de Lisboa

Fernanda Frazão - Apenas Livros Lda
apenaslivros@oninetspeed.pt